quinta-feira, agosto 24, 2006

"Que 'choque de gestão' é esse???"

Na tarde da quinta-feira 17/08, o governador Aécio Neves participou da sabatina promovida em Belo Horizonte pelo jornal Folha de São Paulo, respondendo a perguntas de jornalistas e da platéia, composta de cerca de 160 pessoas. As vagas eram limitadas, mas o presidente do Sindifisco-MG, Lindolfo Fernandes de Castro, conseguiu se inscrever para participar. O objetivo era perguntar ao governador pessoalmente "que 'Choque de Gestão' é esse feito em cima do sacrifício dos servidores públicos e das camadas carentes da população?" Na oportunidade, foram distribuídas aos jornalistas da Folha e aos presentes a cartilha "Quem bancou o ajuste fiscal?", editada pelo Sindicato.

O governador reconheceu que os salários dos servidores estão defasados e, mais uma vez, alegou que não iria prometer o que não teria condições de cumprir. Disse, ainda, que, em seu governo, colocou o pagamento dos salários do funcionalismo em dia, aprovou os planos de carreira e aumentou a folha de pessoal em mais de R$1 bilhão (12%), e que a proposta de política remuneratória já estava em discussão. Aécio negou, também, a redução dos investimentos na área de saúde, conforme noticiou a Folha na edição de domingo (13/08).

Leia aqui a matéria da Folha sobre a sabatina e confira a seguir opinião do público presente sobre o debate: "Em algumas questões ele tergiversou nos gastos do seu governo com saúde e sobre a candidatura dele à presidência em 2010". "Acho que ele desviou um pouco das respostas, principalmente naquela sobre a relação dele com a imprensa mineira".

Anastasia questiona Presidente do Sindicato

Ao final da sabatina, o candidato a vice-governador na Chapa Aécio e ex-secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Antonio Augusto Junho Anastasia, chamou, em particular, o presidente do Sindicato, para dizer que não é verdade que houve redução de 19% nos investimentos nas áreas sociais (saúde, educação e segurança) no governo Aécio. O presidente respondeu que os cálculos foram feitos baseados em números oficiais, extraídos dos Balanços Gerais dos Estados e Relatórios do Tribunal de Contas e de Execução Orçamentária, publicados no Diário Oficial.

Anastasia afirmou que, no total dos gastos com as áreas sociais, não deveria ser considerada a despesa com folha de pagamento. O presidente do Sindifisco-MG não concordou, e disse, então, que iria encaminhar, ao candidato, a memória de cálculo (da tabela Investimentos Sociais e Participação na RCL, que consta da pág. 21 da cartilha "Quem bancou o ajuste fiscal?", e cópia do Diário Oficial. "Veja o contra-senso: para atingir o limite mínimo constitucional de investimento em saúde, o governo inclui outras despesas, tais como Copasa, Hotel de Araxá e combate a febre aftosa, mas não quer incluir o salário dos médicos e outros profissionais de saúde", ressalta o presidente.

(Fonte: Sindifisco-MG)

11 comentários:

Wesley Santos disse...

A folha já desmentiu isso daí. Vcs do blog estão sendo imparciais. Se é um blog jornalístico, está faltando com a verdade para nós leitores e blogueiros.

Eu não volto mais.

Clarice disse...

1) A "Folha" não desmentiu nada, quem tá negando (e ainda não conseguiu desmentir) é o governo.

2) Você quis dizer que nós NÃO estamos sendo imparciais, né? você esperaria o quê de um blog chamado FORA, AÉCIO!? Não somos imparciais mesmo, infelizmente é a única maneira de mostrar o que a nossa mídia - esta sim tinha a obrigação de ser imparcial! - não mostra.

3) Apesar de nunca termos tido a pretensão de ser um blog jornalístico, não estamos escondendo nenhuma verdade. A reportagem da folha com a íntegra da sabatina está linkada no post, o site do sindifisco também, os links estão aí, siga-os.

4) A novela ainda não acabou, só não tive ainda foi tempo de postar as respostas e contra-respostas. Tomara que você venha sim, para ver. E para debater também. Ao contrário do nosso digníssimo governador, não temos medo do debate, seja sempre bem vindo!

Wesley Santos disse...

Folha de S. Paulo publica ?erramos? sobre matérias de maquiagens de gastos

18/08/06



Abaixo, reproduzimos nota da Folha de S.Paulo, publicada na Coluna Painel do Leitor, edição de ontem. O jornal reconhece que errou na apuração dos dados de matéria editada no dia 13/08/2006, com o título ?Aécio maquiou gastos da saúde em Minas, bem como na publicada no dia seguinte.



Painel do Leitor

Erramos - Folha de S. Paulo (17/08/2006)
Diferentemente do que informaram as reportagens ?Aécio maquiou gastos da saúde em Minas? e ?Aécio nega ter maquiado investimentos em saúde?, o governo de Minas Gerais não contabilizou como investimentos em saúde gastos com construção de praças. Os recursos em questão foram utilizados em programas de poços artesianos e caminhões-pipa.




Veja aqui: http://www.itvmg.org.br/minasblog/?p=204

Wesley Santos disse...

E agora? vai continuar falando que a folha não desmentiu nada?

Clarice disse...

Ah, ok, eu admito, a Folha desmentiu um dado. Aliás, ela desmentiu três palavras: "construção de praças". E é claro que a primeira coisa que vem na nossa cabeça quando pensamos em poços artesianos e caminhões-pipa só pode ser... SAÚDE!

E o resto da reportagem inteira, a Folha desmentiu também?

Wesley Santos disse...

você está muito mal informada!

Wesley Santos disse...

ESTA É A MINHA QUESTÃO:

Nilmário não conseguiu administrar a famosa Secretaria Especial de Direitos Humanos. Como ele vai administrar um Estado como MG?

Clarice disse...

por favor, leia novamente minha última frase:

"E o resto da reportagem inteira, a Folha desmentiu também?"

Isso é uma pergunta.
Se a Folha desmentiu tudo e eu estou mal informada, por favor, mande-nos o link do desmentido, como eu já disse não pretendo "esconder a verdade" de ninguém.

Mas convenhamos que "você está muito mal informada!" não é exatamente um primor de argumento, apesar de ser a pura verdade. Estamos realmente muito mal informados, eu e todos os mineiros que temos como principal fonte de informação local jornais manipulados que só mostram o país das maravilhas que nosso governador inventou.

Clarice disse...

Nilmário não conseguiu administrar a Secretaria Especial de Direitos Humanos? Quem disse?

E mais que puta pergunta retórica, hein? Quê que tem uma coisa com a outra?

Nilmário é perfeitamente capaz de administrar Minas Gerais tão bem como o Lula administra o país e o Pimentel administra BH, ambos com excelentes níveis de aprovação popular - sem comprar a imprensa, é importante ressaltar.

Anônimo disse...

E não é q o cara tem simpatizante mesmo!!! Veio (Wesley) vc tem muito o que descobrir sobre seu blindado governador... Se vc soubesse um pouquinho só do que esse cara é capaz de fazer para rebater as verdades que alguém ainda consegue publicar sobre ele, vc ficava de queixo no chão... mas, embora não concorde com essa postura sua, defenderei até a morte seu direito de pensamento e espero a recíproca de sua parte, é assim que eu, da esquerda liberal penso...

Elmar
Contagem-MG

Clarice disse...

pois é, elmar!
infelizmente ainda tem muita gente que se recusa a abrir os olhos.
o difícil é saber quem o faz por ingenuidade e quem o faz por interesse pessoal.

e se a folha desmentiu, acabou de se "desdesmentir"!
acabo de publicar reportagem que saiu hoje na folha, confirmando e detalhando a pouca-vergonha do nosso governador!
confira! :)