sexta-feira, outubro 17, 2014

Foi assim que Aécio levantou R$ 166 milhões para 2012-2014?

do blog conversa afiada:

"O Procurador Federal de Minas Gerais, Eduardo Morato Fonseca, recebeu do Sindicato dos Auditores Fiscais de Minas Gerais (SINDIFISCO-MG), um documento que mostra uma lista de políticos, partidos e empresas numa operação para, supostamente, financiar as campanhas eleitorais de 2012 para prefeitos e vereadores.

O Conversa Afiada tem a informação de que o promotor Morato Fonseca encaminhou a documentação à Procuradoria Geral da República, já que entre os suspeitos estão políticos com direito a foro privilegiado.

No documento, onde se lê “consórcio” é possível entender que dele façam parte operações à margem da legislação eleitoral.

O arquivo teria sido enviado ao candidato a Presidente Aécio Neves (PSDB), em 4 de setembro de 2012, por Danilo de Castro, à época Secretário de Estado de Governo de Minas e possível operador do esquema. Nessas eleições, Castro coordenou a campanha de Pimenta da Veiga (PSDB) ao Governo de Minas.

A movimentação financeira teria beneficiado partidos e políticos – principalmente prefeitos e vereadores – nas eleições de 2012. Entre eles, o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que faleceu este ano em acidente de avião. Teriam sido destinados R$ 2 milhões e 500 mil a Campos, conforme teria determinado Aécio Neves, como mostra o documento, o que mostra uma suposta ligação entre ambos há, pelos menos, dois anos.

Ao todo, 19 siglas teriam o caixa abastecido com o esquema, como PSDB, PSB, DEM, PPS, PSD, PV, PP, PRB. Entre os políticos citados, estão José Serra (PSDB), então candidato a prefeito em São Paulo, que teria recebido R$ 3 milhões e 600 mil, o prefeito de Belo Horizonte (MG), Marcio Lacerda (PSB), R$ 7 milhões, Arthur Virgilio (PSDB), prefeito de Manaus (AM), R$ 600 mil, Geraldo Julio (PSB), prefeito de Recife (PE) R$ 550 mil e o senador José Agripino Maia (DEM), R$ 2 milhões e 300 mil “por intermédio” do deputado Gustavo Correia (DEM-MG), de acordo com o documento.

Os recursos podem ter saído de mais de 150 empresas dos mais diversos setores, como alimentação, construção civil, bancos, associações e sindicatos. Algumas foram citadas recentemente pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em seu depoimento à Justiça Federal: Andrade Gutierrez, OAS, Queiroz Galvão e Camargo Correa.

Chamam a atenção supostas doações de grupos como Conselho Federal de Medicina, que se envolveu na polêmica do programa Mais Médicos, que teria cedido R$ 40 mil, Federação Mineira dos Hospitais R$ 45 mil, Federação das Santas Casas de MG com R$ 100 mil, Associação Espírita o Consolador com R$ 160 mil, Associação dos cuidadores de idosos de MG, com R$ 200 mil, UGT (União Geral dos Trabalhadores) R$ 50 mil e Sindicato dos ferroviários R$ 55 mil. Além de bancos como o BMG, BGT Pactual, Santander, Itaú e Mercantil do Brasil.

Outras que aparecem são empresas ligadas a governos, como a CEMIG, companhia de energia de Minas, que teria doado R$ 6 milhões, a CODEMIG (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais) R$ 3 milhões e a Fundep (Fundação de desenvolvimento da Pesquisa) instituição que realiza a gestão de projetos de ensino, pesquisa e extensão da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

Alguns dos doadores já são denunciados por participar de esquemas polêmicos. Um deles é o dono da Stillus Alimentação Ldta, Alvimar Perrela, ex-presidente do Cruzeiro e irmão do deputado Zezé Perrela. Segundo matéria de O Globo, “ele é acusado de liderar um esquema de fraudes que o fez vencedor em 32 licitações com o governo de Minas para o fornecimento de quentinhas para presídios do estado. No período de janeiro de 2009 a agosto de 2011, o grupo de empresas ligadas a Stillus Alimentação recebeu cerca R$ 80 milhões em contratos firmados com a Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas”.

A Construtora Cowan, uma das responsáveis pela construção do viaduto que caiu em Belo Horizonte, de acordo com os documentos, teria cedido ao esquema R$ 650 mil.

Consta ainda a quantia de R$ 36 milhões e 800 mil que teria vindo de “outras fontes”, não esclarecidas.

O dinheiro arrecado teria irrigado, principalmente, as campanhas de PSDB, DEM e PSB."

veja a íntegra dos documentos no site conversa afiada.

Policial Civil Lucas Gomes Arcanjo denuncia Aécio Neves.



"Esse cara é um bandido. É um playboy, viciado, noiado, notóriamente conhecido, que beneficia tráfico de drogas, amigo de Perrela e companhia, que esta envolvido com tráfico de droga em Minas Gerais. Que amordaça à imprensa de Minas Gerais. Que amordaça a nós, policiais. Que prejudicou milhares de famílias de professores.

E vocês querem transformar esse cara em Presidente?

Aonde vocês estão com a cabeça?"

UPDATE:

Policial civil autor de vídeo que viralizou na rede é intimado e diz ter entregue provas à Corregedoria de Minas Gerais

quarta-feira, outubro 15, 2014

Anatomia de um debate

sobre o debate da band ocorrido ontem, 14/10, segue a fundamentada análise feita pelo pablo villaça e publicada em sua página no facebook:

Assim que o debate entre Dilma e Aécio chegou ao fim, li algumas pessoas criticando a dicção da presidente. Mesmo, amigos? Chegamos a isso? Não sabia que Dilma estava concorrendo ao posto de Mestre Intergaláctica de Oratória. Achei, sinceramente, que o mais importante fosse o CONTEÚDO do que estava sendo dito, não a forma - e, neste aspecto, Dilma moeu Aécio Neves.

Não que isto seja difícil: depois de uma carreira inteira em uma Minas Gerais com uma imprensa amordaçada, Aécio perdeu a capacidade de lidar com o contraditório - e, talvez por isso, em vários momentos ergueu a voz e o dedo para a presidente (assim como havia feito com Luciana Genro) e se mostrou descontrolado. Para debater, é preciso conteúdo e honestidade. E ajuda, também, se o candidato tiver ideias para apresentar e, principalmente, se puder falar com orgulho do que já fez. E Aécio não tem e não pode, como ficou muito claro neste confronto.

Não é à toa que, ao final do debate, Dilma sugeriu que os telespectadores fossem ao Google pesquisar e confirmar as informações que ofereceu, enquanto Aécio sugeriu que as pessoas fossem consultar... o site do PSDB.

Aliás, devo citar aqui o bom apontamento do cineasta Kléber Mendonça Filho (do magistral O Som ao Redor): "Nunca vi isso nos 20 anos que acompanho a política no Brasil. Um candidato de oposição que não quer propor mudança no sistema, mas dar seguimento a projetos revolucionários que o governo que ele quer desbancar conseguiu implantar."

Esta foi a dinâmica de Aécio: depois de criticar por anos, ao lado do PSDB, o Bolsa-Família, chamando-a de Bolsa-Esmola, ele subitamente se mostrou determinado a dizer que esta foi invenção de seu partido. Agora imaginem: seus eleitores insistem em gritar contra o programa, seu partido o atacou por anos (até mesmo em editorial no site tucano)(1) e, subitamente, Aécio quer assumir sua paternidade. Anos e anos e anos com o PT explicando que a Bolsa Família era um grande avanço, os caras dizendo que era "esmola", que era "assistencialismo barato", e agora tentam se apropriar da autoria da ideia.

Mas me adianto.

O que vimos neste debate foi um espetáculo mentiras por parte de Aécio. E como na Internet mentira tem perna curta, creio ser fundamental, para os eleitores indecisos, constatarem como o presidenciável não se intimida em faltar com a verdade de maneira incrivelmente cínica. Analisemos sua participação no debate em ordem cronológica:

1) Já de início, antes mesmo de o debate começar, Aécio disse na porta da Band que fazia "uma campanha só de verdades". Curioso, porque uma das coisas que vem dizendo é que vai transformar o Bolsa-Família em lei. Ora, ele não sabe que ela já é lei desde 2004, quando a Medida Provisória 132/2003 se transformou, em janeiro de 2004, na Lei 10836/04? (2)

2) Em seguida, Aécio afirmou que o Brasil "perdeu credibilidade no exterior". Provavelmente não leu, entre outras coisas, a análise que a FORBES fez sobre Dilma e o país há poucos meses.(3)

3) Logo depois, o presidenciável afirmou, sem hesitar, que as contas da Saúde de seu governo foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado. Não. (4) Para piorar, quando Dilma afirmou que o parecer do TCE poderia ser verificado online, o site, que fica sob os cuidados do atual governo tucano de MG (que, felizmente, será substituído em janeiro), simplesmente SAIU DO AR E NÃO RETORNOU ATÉ O MOMENTO EM QUE PUBLICO ESTE POST, 8 horas depois. Mas há outras fontes.(5)(6)

4) Aécio diz que MG foi o Estado que mais investiu em Saúde durante seu governo. Opa: dos 26 estados (mais o DF) da União, MG ficou em 24o. lugar. Sim, 24o entre 27.(7)

5) Dilma apontou que Aécio ameaçava acabar com os bancos públicos e este negou veementemente. Ora, deveria ter consultado Armínio Fraga, que ele já anunciou que será seu Ministro da Fazenda e que declarou, quanto ao BNDES, Caixa Econômica e Banco do Brasil, que, se assumirem, "nem sabe o que vai sobrar deles".(8) Aliás, há ÁUDIO de Fraga dizendo isso.(9)

6) Aliás, quando Dilma fez questionamentos sobre Armínio Fraga, Aécio disse que ela estava "preocupada" demais com este. Ora, e deveria mesmo estar - não só como ela, mas também o eleitor. Quando Fraga assumiu a presidência do BC, em 1999, elevou a taxa de juros a 45% ao ano. Nos três anos seguintes, sabem o que aconteceu com a inflação que os tucanos insistem em dizer que controlaram? Ela DOBROU de tamanho, indo de 6,5%, em 2000, para 12,5% em 2002.(10) Aécio, vale apontar, é bem corajoso ao tentar falar de inflação com Dilma, já que, ao contrário do que ele tenta fazer parecer, a média anual da inflação nos anos Dilma é a segunda MENOR em CINCO MANDATOS PRESIDENCIAIS, sendo bem próxima à de Lula e muito inferior à de FHC.(11)

7) Confrontado com relação ao "choque de gestão" em MG, Aécio afirmou que as finanças do estado estão saudáveis. Outra mentira: Minas está quebrada.(12) O mais incrível: ao voltar a falar sobre o Bolsa Família, Aécio disse que o Plano Real foi um programa de "redistribuição de renda" muito mais eficiente. De onde tirou isso, não sei, mas - claro - não é verdade.(13)

8) Quando o assunto mudou para Educação, Aécio deu outro show de desinformação. Em primeiro lugar, cobrou de Dilma resultados das escolas públicas MUNICIPAIS e ESTADUAIS, que, como já fica claro pelo... ora... pelo "municipais e estaduais", são responsabilidade do município e dos estados - COMO DETERMINA A CONSTITUIÇÃO. O pior: Aécio afirmou que MG tem a "melhor educação do país" - mas como isto pode ser possível se, de novo, entre 26 estados (mais o DF), Minas ficou em 24o. em termos de investimento na Educação?(14) Além disso, os professores mineiros ABOMINAM Aécio Neves (15)(16)

9) A seguir, Dilma trouxe à baila a questão da corrupção. E apontou como, ao contrário do que houve nos anos FHC, a era Lula-Dilma criou mecanismos de investigação e condições para que a PF agisse de forma eficaz. Basta dizer que nos OITO anos de FHC, apenas 48 operação da PF foram feitas, enquanto nos doze anos de Lula e Dilma, foram realizadas MAIS DE DUAS MIL OPERAÇÕES. Isto para não mencionar o fato de que o procurador-geral da época engavetava todas as denúncias.(17) Dilma apontou também que nenhum tucano jamais foi investigado por todos os desmandos do mensalão tucano mineiro, do cartel do metrô, da privataria, do banco Marka, da SUDAM, etc, etc, etc.

10) Aécio insistiu em dizer que Dilma se mostrava obstinada em olhar pra trás, enquanto ele queria olhar pra frente. Dá pra entender por que ele prefere olhar para um futuro hipotético do que para o passado, com todos os seus dados e fatos registrados.(18)

11) Em seguida, Aecio disse que foi "inocentado" com relação ao aecioporto. Mentira. A procuradoria-geral disse que não havia indícios de ilícito em esfera FEDERAL, mas encaminhou a denúncia para o MPE para investigação de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA do governo tucano.(19)

12) Veio, então, a parte mais inacreditável do debate. Dilma questionou os vários parentes que Aécio mantém empregados em seu governo. Ele negou que isto fosse verdade e disse, por exemplo, que sua irmã não trabalha com ele. Esta fez MG rir em conjunto, já que Andrea Neves foi uma das figuras mais poderosas do governo Aécio. Tanto que entrou numa lista das 60 pessoas MAIS PODEROSAS DO PAÍS (na 42a. posição)(20)(21) Isto para não mencionar que, sim, ele empregou outros parentes.(22)(23)

13) A seguir, Dilma perguntou a Aécio sobre "violência contra a mulher". Do ponto de vista de estratégia de debate, era óbvio que ela fazia referência a algo específico para desconcertar o oponente.(24) Conseguiu.(A propósito: Aécio ameaçou, mas curiosamente não processou Kfouri pelo que este publicou em seu blog.)

14) Aécio criticou empréstimo do BNDES a Cuba. Ué, e o feito por FHC, podia?(25)

15) Aécio tenta criticar os investimentos de Dilma na área das escolas técnicas. O governo do PT criou 214. O de FHC? ZERO. Aécio nem deveria ter tocado neste assunto.(26) Como se não bastasse, Aécio disse que Dilma não cumpriu promessa de construir seis mil creches. Outra mentira.(27)

16) Logo a seguir, outro momento em que Aecio se perdeu totalmente. Dilma questionou - e atenção para isso - o investimento que o GOVERNO DE MG fez em anúncios nas rádios PERTENCENTES À FAMÍLIA DE AECIO. Ele negou que isto tenha acontecido. Ops.(28)(29)(30)(31)(32)

17) Dilma levantou, então, a questão dos quase CEM MIL servidores públicos contratados IRREGULARMENTE por Aécio no governo de MG. Ele mais uma vez negou qualquer irregularidade. Mentira. Uma mentira, aliás, que foi custar os empregos destas quase cem mil pessoas numa lei que Aécio tentou passar pra corrigir o problema, mas que era INCONSTITUCIONAL.(33)(34)

18) Neste ponto do debate, Aécio começou a falar repetidas vezes de "meritocracia". Ele não é a melhor pessoa pra falar do assunto, já que, aos 17 ANOS, foi indicado por seu pai para um cargo de confiança em Brasília quando este era deputado do Arena, partido que apoiava o regime militar. Não só Aécio tinha 17 anos como aparentemente também desempenhou este cargo (em Brasília) do RIO DE JANEIRO, onde morava.(35) Poucos anos depois, Aécio foi nomeado para o cobiçado cargo de diretor de Loterias da Caixa quando seu primo, Francisco Dornelles, era Ministro da Fazenda.(36) Meritocracia. Sei.

19) Outras mentiras pontuais: Aécio disse que não foi contra o Mais Médicos (que ele agora afirma que vai melhorar). Opa, foi, sim.(37)

20) Aécio acusou Dilma de não cuidar da segurança pública nos estados. Desconhece que, SEGUNDO A CONSTITUIÇÃO, esta é de competência dos governos estaduais - ou seja: dele. Então, Dilma apontou que a violência em MG subiu 52% durante governo de Aécio. Ele negou veementemente. Estava mentindo.(38)

21) Aécio disse, em certo momento, que "todas as eleições que disputei em MG, venci". Opa. Em 1992, concorreu à prefeitura de BH. Perdeu para Patrus Ananias, do PT.

22) Aécio afirmou que o Brasil teve queda "em todos os indicadores sociais". Deveria ter lido o relatório do IBGE, que mostrou melhora na renda, no acesso ao ensino fundamental, queda na mortalidade infantil, entre outros.(39)

Pra finalizar, Dilma mencionou brevemente Montezuma, mas acabou se concentrando no aeroporto de Cláudio. Pena. Há muito que falar sobre Montezuma.(40)

Talvez no próximo debate, embora, se julgarmos pelo que ocorreu nesse, Aécio provavelmente não hesite em negar a existência de qualquer problema.

(P.S: vi gente compartilhando foto de Dilma cercada de assessores, no intervalo do debate, e Aécio sozinho. A sugestão é a de que ele não precisa de assessores. Ops: https://twitter.com/pablovillaca/status/522321107438014464)
--------------------------------------
FONTES:
1.http://www.cartacapital.com.br/…/por-que-o-psdb-agora-e-a-f…
2.http://www.m.vermelho.org.br/noticia/251305-1…
3.http://www.forbes.com/…/in-brazil-elections-president-dilm…/
4.http://t.co/k4FdNNx9Ba
5.http://amp-mg.jusbrasil.com.br/…/minas-investe-menos-do-que…
6.https://twitter.com/fernandocabral/status/522221808867872768
7.http://t.co/rq0bpEM66X
8.http://t.co/VF1krtF32O
9.http://t.co/VF1krtF32O
10.http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi05039906.htm
11.http://achadoseconomicos.blogosfera.uol.com.br/…/inflacao-…/
12.http://t.co/gl7X2CdsyS
13.http://goo.gl/FwFxJQ
14.http://t.co/Fi6xi9imFO
15.http://www.pragmatismopolitico.com.br/…/professores-de-mina…
16.http://www.sindutemg.org.br/…/11-09-BoletimEspecial-Geral.p…
17.https://t.co/yKJurCmrAS
18.http://goo.gl/yLuARu
19.http://g1.globo.com/…/pgr-arquiva-representacao-contra-aeci…
20.http://t.co/zdbVLJ971t
21.http://t.co/zNnl4pfaOG
22.http://t.co/TIciOuWa1M
23.http://www.redebrasilatual.com.br/…/aecio-usa-lei-para-cont…
24.http://t.co/rB3mgwiC7G
25.http://t.co/Kuooc4vuLL
26.http://t.co/9fomImiyYa
27.http://t.co/P8LPR0OUL6
28.http://www.valor.com.br/…/aecio-desconversa-sobre-gastos-pu…
29.http://www1.folha.uol.com.br/…/190765-aecio-diz-que-nao-sab…
30.http://www.blogdacidadania.com.br/…/escandalo-das-radios-d…/
31.http://politica.estadao.com.br/…/eleicoes,aecio-diz-desconh…
32.http://www.diariodocentrodomundo.com.br/e-decente-um-gover…/
33.http://t.co/gwJ7iOVI93
34.http://t.co/l71W6ByB1L
35.http://t.co/hHNPJMQbve
36.http://www.redebrasilatual.com.br/…/aecio-critica-mas-ja-fo…
37.https://www.youtube.com/watch?v=8pKZAnji68k
38.http://www.pautandominas.com.br/…/Em-dez-anos-n%C3%BAmero-d…
39.http://biblioteca.ibge.gov.br/visualiza…/livros/liv66777.pdf
40.http://www.redebrasilatual.com.br/…/como-aecio-ficou-dono-d…


sexta-feira, outubro 10, 2014

Minas quer Dilma


no mesmo dia em que tivemos o desgosto de ver aécio neves indo para o segundo turno das eleições presidenciais, duas alegrias vieram no mesmo pacote: o fim do governo tucano em minas gerais e a derrota do sujeito que ele acreditava reinar soberano por aqui. por isso, mais do que nunca é preciso mostrar ao brasil os motivos para minas gerais ter rejeitado tão veementemente essa candidatura!

felizmente, hoje em dia as fontes de informação online não são tão escassas como eram na época da criação deste blog, por isso talvez ele não seja tão necessário como já foi em outros tempos. mas como percebi um aumento considerável de visitas a partir de sites de busca, acho bom aproveitar pra deixar bem claro que eu, como autora deste blog, continuo firme no propósito de mostrar a verdade sobre nosso EX-governador.

quem tiver tempo e paciência pode encontrar nos arquivos deste blog muitas horas de diversão, mas pra quem preferir resumos mais rápidos, tomo a liberdade de reproduzir abaixo uma lista publicada no site http://plantaobrasil.com.br/ com diversos motivos para não votar em aécio neves. ao fim de cada bloco de informações, há links para fontes que comprovam as denúncias:

CENSURA

1- Censurou a parte da imprensa mineira que ousou denunciar esquemas de corrupção quando governador de MG.

2- Também tentou censurar o Google, Yahoo! e Bing, movendo um processo para retirada de links relacionados ao uso de drogas e ao desvio de verbas da saúde.

3- Mandou demitir um diretor da Globo de Minas Gerais após três reportagens que o desagradaram.

4- Não gosta de ser investigado: em 10 anos ele e seu sucessor Anastasia só permitiram 3 CPIs em Minas Gerais. Mais de 70 foram barradas.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/03/1425228-justica-nega-pedido-de-aecio-para-bloquear-buscas-na-internet.shtml

http://www.midiaindependente.org/pt/red/2003/09/262572.shtml


CORRUPÇÃO QUANDO FOI GOVERNADOR DE MINAS GERAIS

5- Foi processado por desviar R$ 4,3 bilhões da saúde.

6- Construiu 5 aeroportos em cidades com menos de 25 mil habitantes no entorno de sua fazenda.

7- Um dos aeroportos custou R$ 14 milhões e fica na fazenda de seu tio.

8- Pagou R$ 56 mil reais ao ex-ministro do STF Ayres Britto para arquivar a investigação de ilegalidade no aeroporto na fazenda de seu tio.

9- Quando governador, desapropriou um terreno de seu tio-avô no valor de R$ 1 milhão e fez o Estado pagar a ele uma indenização superfaturada de R$ 20 milhões.

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/05/aecio-neves-sera-julgado-por-desvio-de-r43-bilhoes-da-saude-2.html

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/07/1488587-governo-de-minas-fez-aeroporto-em-terreno-de-tio-de-aecio.shtml

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/governo-de-aecio-fez-aeroporto-particular-de-r-14-milhoes

http://noticias.r7.com/minas-gerais/governo-de-minas-pode-pagar-r-34-milhoes-por-terreno-de-tio-avo-de-aecio-26072014


INFRINGINDO A LEI

10- Apesar de declarar apenas R$ 100 mil em bens, sua rádio tem uma frota de carros de luxo e de passeio no valor de mais de 1 milhão e reais. Quem passeia nesses carros?

11- Foi pego pela polícia dirigindo o carro de sua rádio, um Land Rover no valor de R$ 192.000,00. O pior: estava embriagado e se recusou a fazer o teste do bafômetro.

12- Troca de favores ou compra de votos? Quando governador contratou 98 mil servidores públicos sem concurso e de maneira ilegal.

13- Nepotismo? Com apenas 25 anos foi nomeado diretor da Caixa Econômica Federal por seu primo, o então Ministro da Fazenda Francisco Oswaldo Neves Dornelles.

http://www.viomundo.com.br/politica/a-estranha-frota-de-luxo-da-radio-de-aecio-neves.html

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/04/aecio-neves-tem-habilitacao-apreendida-em-blitz-da-lei-seca-no-rio.html

http://noticias.r7.com/minas-gerais/stf-determina-dispensa-de-98-mil-servidores-da-educacao-em-minas-efetivados-sem-concurso-26032014


EDUCAÇÃO E SAÚDE

14- Durante seu governo, Minas Gerais passou a pagar o piso salarial mais baixo do Brasil a professores.

15- Aliás, tal piso era mais baixo que o permitido pela lei do piso salarial de professores, e portanto, ilegal.

16- Diminuiu o salário-base dos médicos em Minas para apenas R$ 1.050,00 -o segundo mais baixo do Brasil.

17- Quando governador de MG, pagou com dinheiro do Estado uma dívida da Rede Globo de US$ 269 milhões referente à compra da Light.

http://www.viomundo.com.br/denuncias/professores-de-minas-publicam-contracheques-para-provar-que-estado-e-psdb.html

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/o_governo_mineiro_e_a_globo

http://tijolaco.com.br/blog/?p=19821


ECONOMIA

18- Em 2013 quando Dilma anunciou redução de 20% na conta de luz, os tucanos de Minas se posicionaram contra. Pediram um aumento de 30%. Em vez de a conta abaixar, subiu 14,76% (que foi o que a Aneel aprovou).

19- Ele e seu sucessor fizeram a dívida de Minas crescer 127% em 11 anos.

http://www.pautandominas.com.br/en/May2013/minas_gerais/494/CEMIG-aumenta-conta-de-luz-e-tenta-jogar-a-culpa-no-governo-federal.htm

http://www.blogdojoseprata.com.br/detalhe-noticia/minas-dos-tucanos-inseguranca-reajuste-da-luz-baixo-crescimento-lei-1002007-endividamento-origem-do-mensalao-


MENSALÃO E PROTEGIDO DA IMPRENSA

20- Tem um dos réus do mensalão tucano como assessor. O publicitário Eduardo Guedes, acusado de desviar R$ 3,5 milhões para a empresa de Marcos Valério.

21- Tem em seu palanque em Minas o maior réu e mentor do mensalão tucano, seu antecessor no governo de MG, Eduardo Azeredo.

22- Seu primo, Rogério Lanza Tolentino, era braço direito de Marcos Valério e foi condenado por lavagem de dinheiro em MG.

23- Seu outro primo, Tancredo Aladin Rocha Tolentino, foi preso por vender sentenças judiciais. A Globo se calou.

24- Por falar em sentença, conseguiu um mandado de busca e apreensão para que a polícia invadisse o apartamento de uma jornalista. Computador, hd externo, cds e celular foram apreendidos.

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/assessor-de-confianca-de-aecio-e-reu-do-mensalao-mineiro

http://tvuol.uol.com.br/video/eduardo-azeredo-participara-como-quiser-da-campanha-diz-aecio-neves-128-04020C183864D0815326

http://www.revistaforum.com.br/blog/2014/06/jornalista-tem-casa-invadida-pela-policia-rj-por-acao-de-aecioneves/

http://www.conjur.com.br/2012-fev-09/desembargador-mineiro-cobrava-180-mil-liminar-denuncia-mpf


SENADOR EXEMPLAR?

25- Nos quatro anos como senador, apresentou menos projetos que o deputado Tiririca.

26- Gastou 63% do dinheiro com passagens de avião pagas pelo senado com viagens para o Rio de Janeiro. Apenas 27% das viagens foram para MG, estado que o elegeu senador.

27- Aliás, torrou 589 mil reais em passagens de avião para o Rio em pouco mais de 3 anos e meio como senador.

http://entretenimento.r7.com/blogs/sem-censura/2014/08/20/rapidinho-tiririca-e-considerado-melhor-candidato-comparado-a-aecio-neves/

http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,senador-usa-mais-verba-para-ir-ao-rio-que-a-bh-imp-,1012625


FINALMENTE, A CEREJA DO BOLO

28- Segundo o respeitadíssimo jornalista Juca Kfouri, Aécio Neves bateu em sua ex-mulher, em público, numa festa num hotel no Rio de Janeiro. Apesar de tentar censurar a matéria Aécio perdeu na justiça, que não a considerou caluniosa.

http://blogdojuca.uol.com.br/2009/11/covardia-de-aecio-neves/

terça-feira, janeiro 21, 2014

sobre o jornalista preso para não publicar verdades inconvenientes em minas gerais

lá nos idos de 2006, quando eu criei este blog, uma das pouquíssimas fontes de informação que eu tinha era o novo jornal. confesso que já naquela época me incomodava o fato de eu não encontrar no site um nome sequer de um responsável, cheguei até a cogitar um contato comercial, dizer que queria anunciar lá, pra ver se conseguia falar com alguém. não lembro mais a razão de não ter levado adiante.

mas eu como eu sempre acreditei nas denúncias apresentadas lá, nunca deixei de reproduzir por isso. sempre citei a minha fonte – o novo jornal – e deixava claro que eu não tinha como checar as informações (nem sou jornalista, só queria ajudar a divulgar a sujeira que a gente aqui de minas sabe muito bem como e por quem é escondida).

depois que parei de atualizar o blog, acompanho pouco o novo jornal, e sinceramente não sei se recentemente o site já era assinado. mas não importa, hoje está claro que o jornalista tinha motivos reais pra se manter, digamos, discreto.

agora o cara está preso sob a alegação de que ele pode vir a publicar mentiras – segundo palavras da própria juíza, ele pode "continuar a utilizar o seu jornal virtual para lançar informações inverídicas” (WHAT??? se isso não é censura prévia, sei lá o q que mais pode ser!). cadê liberdade de imprensa? uma coisa é processar por calúnia APÓS uma falsa publicação, outra bem diferente é PRENDER um jornalista ANTES que ele a publique, e pior: impedir seus advogados de ter acesso ao processo!

isso em ano eleitoral, bem quando sua majestade o surfistinha, censor mor das alterosas, pleiteia a presidência da república... sem esquecer a tal lista de furnas e o famigerado mensalão mineiro, cada vez mais difíceis de se manter intocados, principalmente com a lembrança constante justamente pelo jornalista preso.

nem precisa desenhar. é tudo mais que absurdo, é assustador. eu nem era nascida quando o AI-5 foi imposto, mas acredito sem pestanejar que qualquer prática que tenha qualquer vaga semelhança com tamanha arbitrariedade deveria ser abominada e rechaçada por todos, sem poréns. se o jornalista carone errou, que seja indiciado e julgado pelo que fez, não encarcerado para impedir o que ele pode vir a fazer!

enfim, não há mais o que dizer! apenas que por favor: leiam, divulguem, acompanhem, cobrem, fiquem atentos! dá ânsia de vômito, eu sei, mas se a gente ignorar pode ser bem pior!

http://www.viomundo.com.br/denuncias/justica.html

quarta-feira, novembro 20, 2013

O governo tucano de Minas quer passar a mão em 3 bilhões de reais da previdência dos servidores!

é importantíssimo divulgar a PUTARIA que esse governo está fazendo com os servidores! ontem, participei de reunião do sindicato de servidores da ALMG e, pelo que pude entender, simplificando bem, é assim:

- existiam dois fundos previdenciários: 1) o funfip, para servidores que entraram até dezembro de 2001, inchado, deficitário, que necessita de um aporte mensal do governo de 700 milhões; e 2) o funpemg, para quem entrou a partir de janeiro de 2002, saudável, organizado, superavitário, com saldo atual de mais de 3 BILHÕES DE REAIS.

- existia uma lei que obrigava a realização de um plebiscito entre os servidores para que fosse possível a extinção do funpemg. o governo apresentou uma proposta de nova redação dessa lei, mas de forma maldosa e propositalmente confusa, não deixava claro que na verdade estava extinguindo a obrigatoriedade de plebiscito. essa proposta foi apresentada e APROVADA EM DOIS DIAS. logo depois, foi apresentada outra proposta de lei para EXTINGUIR o fundo e juntar todo mundo no falido funfip.

- o governo não explica o que quer fazer com o dinheiro. diz que vai fundir os dois fundos. ora, se o governo hoje repassa 700 milhões de reais mensais para o funfip, em menos de 5 meses ele torra o saldo inteiro do funpemg nisso e volta a ficar com um problema ainda maior que antes.

- os conselhos fiscal e administrativo do funpemg não foram consultados sobre nada disso, contrariando o regimento do fundo. inclusive, a renata vilhena, secretária estadual de planejamento, passou a compor um dos conselhos há 2 meses, e participou de uma reunião em que o desempenho do fundo foi extremamente elogiado. essa reunião aconteceu NA MESMA MANHÃ em que a proposta de extinção do plebiscito foi apresentada, ela já sabia da manobra e não se manifestou.

- O ESTADO DE MINAS GERAIS ESTÁ QUEBRADO. aécio e seu bando vendem um lugar imaginário e paradisíaco onde foi feito um "choque de gestão" e hoje existe "déficit zero", mas isso é DELÍRIO.

 o bloco de oposição da almg entrou com uma ação no MP contra a extinção do funpemg, e torço realmente para que tenha resultado, mas acredito que é fundamental TORNAR PÚBLICA essa TENTATIVA DE ASSALTO.

 todo mundo sabe que nada sai na imprensa mineira que possa ferir os interesses de sua majestade o surfistinha, ainda mais agora com suas pretensões presidenciais, mas não custa tentar! se você tem contato com algum blog relevante ou algum órgão da grande imprensa que não seja fechado com os tucanos, ajude a divulgar, por favor!

quarta-feira, abril 20, 2011

O caso do bafômetro



(essa capa lava a alma! só é pena que não foi um jornal mineiro...)

se você vive nesse planeta ao menos algumas horas por dia, já conhece todo o caso do bafômetro e seus desdobramentos. por pura falta de tempo para a dedicação merecida, este blog não vai voltar à ativa por conta do escândalo, mas também não podia deixar de registrar, né?

este blog surgiu numa época em que era bem mais difícil obter e compartilhar esse tipo de informação, era uma luta necessária, mas muitas vezes solitária. hoje fico tranquila por saber que tem gente muito mais capacitada que eu para continuar destrinchando o assunto, e que até aquele jornal que preferia dar manchete pro burrinho do parque municipal não teve como escapar de dar a notícia, ainda que daquele jeito quase pedindo desculpa. não deixa de ser um avanço...

e se por algum acaso você não fazia ideia de que o episódio não é nada surpreendente (será que ainda tem alguém?), ou quer conhecer mais sobre as loucas aventuras do governador surfistinha no reino encantado das alterosas, recomendo uma visita aos arquivos deste blog! (vale lembrar que também não nos surpreenderia em nada o que poderia ter sido encontrado caso houvesse uma revista no tal land rover, mas enfim, isso é outra história...)

quinta-feira, novembro 05, 2009

o tapa de aécio na namorada

No último domingo, 01/11/2009, o jornalista Juca Kfouri deu a seguinte nota em seu blog:

Aécio Neves, o governador tucano de Minas Gerais, que luta para ter o jogo inaugural da Copa do Mundo de 2014, em Belo Horizonte, deu um empurrão e um tapa em sua acompanhante no domingo passado, numa festa da Calvin Klein, no Hotel Fasano, no Rio.

Depois do incidente, segundo diversas testemunhas, cada um foi para um lado, diante do constrangimento geral.

A imprensa brasileira não pode repetir com nenhum candidato a candidato a presidência da República a cortina de silêncio que cercou Fernando Collor, embora seus hábitos fossem conhecidos.

Nota: Às 15h18, o blog recebeu nota da assessoria de imprensa do governo mineiro desmentindo a informação e a considerando caluniosa.

O blog a mantém inalterada.


Como podemos adivinhar, nada saiu na grande imprensa, principalmente a mineira. Mas aos poucos alguns outros blogs foram repercutindo a notícia. Decepcionantemente, Luis Nassif não quis "entrar na querela" e classificou a questão de bater ou não bater como "coisa menor", apesar de condenar a postura baladeira do governador.

O Vi o Mundo, do Luiz Carlos Azenha, reproduziu a opinião do sociólogo Rudá Ricci. Ressalto a seguir dois parágrafos com os quais concordo totalmente:

(...) 5) A notícia de Juca Kfouri já havia sido veiculada (sem citar nomes) por Joyce Pascowitch. Se fosse mentira, a resposta seria um processo por calúnia e não uma mera notinha da assessoria de imprensa. (grifo meu) Ainda mais em período pré-eleitoral, o que é devastador. Não sejamos ingênuos;

6) Juca foi além. Vejam o seu blog de hoje, dia 3, ele já havia chamado Aécio de covarde. Agora fala em "brilho", em mentira, em impostura, em blindagem. Cá entre nós, mesmo que fosse um jogo político, como alguém com o nome profissional de Kfouri pode atacar um governador a este ponto se fosse mentira? Está absolutamente na ofensiva e o governador mineiro está em total defensiva. Não seria estranho?


Em seu blog, Rudá Ricci ainda traz a entrevista que o jornalista Renato Rovai fez com o Juca Kfouri, em que ele afirma ter checado a história: "Antes de dar a nota fiz quatro ou cinco ligações pra festeiros cariocas amigos meus e todos me confirmaram a história, apesar de não terem visto a cena."

O jornalista Ailton Medeiros, que também publicou a história no domingo, afirma ao blog do Rudá que soube da história "na quarta-feira (28) por uma pessoa, numa conversa descontraída pelo MSN. Essa pessoa tem ligações com a irmã de Aécio Neves. Mas me pediu para não publicar nada temendo represália."

No dia 3, saíram fotos de Aécio com a namorada numa boa em uma praia catarinense, como se fosse coisa recente. Não era, e foi o mesmo jornalista Ailton Medeiros que desmascarou a farsa.

Eu afirmo desde o início que 1) essas coisas não surgem do nada, onde há fumaça a fogo, e 2) se fosse mentira, não tinha conversa, era processo no Kfouri no mesmo dia. Agora vamos ver até quando nossa imprensa vai continuar acobertando esse tipo de coisa lamentável.

(se alguém tiver mais links da repercussão da notícia, por favor, compartilhem nos comentários!)

quarta-feira, junho 03, 2009

discussão sobre o governo aécio no blog do nassif

o luis nassif publicou em seu blog a seguinte mensagem, enviada pelo leitor sérgio ferreira:

Nassif

não sou favorável ao Aécio, muito ao contrário

vou ser repetitivo,mas como residente em Minas Gerais, sugiro uma discussão aprofundada sobre o que é a propalada capacidade administrativa de Aécio
o Serra está na mira, o Aécio é poupado

agora mesmo o Estado está em dificuldades em honrar a folha de pagamento, o tal choque de gestão é fictício

informe-se sobre o processo de reconhecimento da “escolaridade” para os “planos de carreira” dos funcionários

o centro administrativo, obra horrorosa e inútil, extrapolou em muito os custos previstos (havia a possibilidade e valorização do centro, onde há prédios disponíveis e essa é a tendência mundial)

a linha "verde" ampliou os engarrafamentos e privilegiou a ultrapassada visão pró-automóvel e não “induziu” nenhum desenvolvimento para a região do aeroporto

você tem sido um crítico do comportamento da imprensa: com certeza sabe do que acontece em minas

chamar o Aécio de conciliador é uma brincadeira

mas não quero ser um crítico pela crítica, gostaria de enxergar os aspetos positivos, mas que não se baseasse nas declarações oficiais

gostaria desse debate


recomendo que visitem o post original porque a discussão nos comentários está pegando fogo, com muita gente dando seus dois centavos sobre os podres do homem!

é por essas e outras que, se deus quiser e o azeredo deixar, eu ainda acredito que a força da internet será fundamental para impedir os planos do governador surfistinha em alçar vôos mais altos!

terça-feira, junho 02, 2009

Minas Gerais é a mais nova aquisição do Google

(reprodução do texto do Túlio Vianna, que explicou bem melhor do que eu seria capaz o caroço que eu tava vendo debaixo daquele angu)

O governo de Minas Gerais fechou uma parceria com o Google para doutrinar estudantes da rede pública do estado no uso de softwares proprietários.

O trato é simples: o Google entra com softwares que já estão disponíveis gratuitamente na Internet para qualquer interessado e o governo de Minas mantém os estudantes da rede pública longe de softwares livres, doutrinando nossos jovens desde cedo para o uso de softwares proprietários.

O que o Google ganha com a parceria: milhares de consumidores de seus serviços, com significativa ampliação de mercado.

O que Minas Gerais ganha com a parceria: NADA, pois os softwares já se encontram disponíveis gratuitamente na Internet.

O que Minas Gerais PERDE com a parceria:

1. Os softwares do Google são gratuitos, mas não são LIVRES. Se amanhã, eles resolverem “vender” o serviço (ou o software) nossos estudantes já terão se acostumado a usá-los e se sentirão pouco estimulados a migrar para uma plataforma livre;

2. Os softwares do Google, em tese, podem armazenar DADOS PESSOAIS dos usuários e remetê-los para a matriz nos EUA. Informações pessoais de milhares de estudantes (consumidores) mineiros serão enviadas todos os dias para o exterior para serem usadas como bem entender pela multinacional.

As vantagens do SOFTWARE LIVRE que a parceria do governo de Minas com o Google põe de lado:

1. Software livre será sempre gratuito, pois sua licença impede qualquer tipo de restrição à distribuição gratuita no futuro.

2. Software livre é aberto e permite aos programadores verificarem se ele faz tão-somente o que se propõe a fazer. Nada garante que um email apagado no Gmail seja de fato apagado no servidor. Ele pode ficar armazenado por lá para avaliar estatisticamente as preferências de consumo de seus usuários.

Só espero que a "parceria" não se estenda ao uso dos softwares do Google em órgãos da administração estadual, pois aí teríamos ainda um problema de segurança de estado, já que todas as informações eletrônicas do governo de Minas Gerais (desde emails enviados e recebidos até documentos escritos nos softwares do Google) estariam potencialmente acessíveis à empresa estadunidense.

Como já nos alertava Cynthia Semíramis em 2001, o uso de software livre não é uma mera questão de gratuidade, mas principalmente de segurança, pois somente com o código aberto, teremos a certeza de que o software faz tão-somente aquilo que se propõe a fazer.

E como já afirmei antes, o uso de software livre deve ser obrigatório pelos órgãos estatais, como corolário do princípio constitucional do livre desenvolvimento tecnológico.

segunda-feira, junho 01, 2009

[publicado tb no meu blog pessoal]

hoje é um dia cheio.

agora está rolando uma palestra com vint cerf (vice-presidente mundial do google e considerado "pai da internet"), com o tema "o futuro da internet". infelizmente, não pude ir, mas tô tentando acompanhar o streaming e parece estar bem interessante.

também hoje, às 19h30, acontece o ato público em bh contra o ai5 digital. o link leva pro post aí embaixo no meu outro blog, com maiores detalhes, mas vale repetir aqui o banner:



daí que ontem eu descobri um outro evento bem no meio desses dois, curiosamente ligado aos dois de alguma forma.

às 15h da tarde, nosso governador surfistinha vai promover um encontro com o vint cerf e uma série de blogueiros convidados. cerca de 50 blogueiros. sei que o interney (considerado ícone dos blogueiros) e o juliano spyer vão, mas não sei o resto, nem quantos desses convidados são mineiros.

pelo que entendi, o propósito é a assinatura de um protocolo de intenções entre o governo de minas e o google para uso da tecnologia da empresa nas escolas estaduais e a promoção da inclusão digital.

idéia ótima, se funcionar baterei palmas, mas – podem me chamar de paranóica – não engulo isso não!

o juliano spyer escreveu:

"O que na verdade está acontecendo - e não vejo nenhum problema nisso, ao contrário - é uma demonstração pública de que o governador presta atenção na internet, sente que esse será um elemento importante para quem for disputar a presidência em 2010 e quer se familiarizar mais com o assunto conversando com quem vem realizando ações na área, tanto no âmbito acadêmico como empresarial."

concordo, e tb não veria nenhum problema nisso, não fosse o governador o maior praticante da censura e da intimidação da livre imprensa no estado nos últimos tempos e, ainda, companheiro de partido do eduardo azeredo, autor do fatídico projeto de lei que pretende censurar a internet e criminalizar boa parte de seus usuários!

está claro e cristalino para mim que muita coisa nessa história não faz sentido!

por vários motivos, não pude ir atrás de mais informações como eu gostaria e nem mesmo me dedicar a formular melhor minha desconfiança, mas tb não podia deixar isso passar em branco e fiz esse post às pressas.

parece que tb vai ter o streaming desse evento aqui. por favor, ouçam. mas ouçam com critério, questionem, pensem! e se alguém que lê isso estiver lá e tiver a chance, por favor, pergunte a opinião do aécio sobre o pl do azeredo.

e claro, às 19h30, bora todo mundo pro teatro da cidade!

A "Disneylândia" de Aécio Neves

(reproduzido do site da revista época)

Choque de gestão? Déficit zero? Esqueça. A nova marca do governador mineiro Aécio Neves é um palácio flutuante de Niemeyer num centro administrativo de R$ 1,2 bilhão. Conheça o projeto e faça um passeio virtual pela obra.

Ricardo Mendonça, de Belo Horizonte

Em dezembro, a um ano do fim de seu segundo mandato, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), deverá inaugurar a maior, mais cara e mais ousada edificação da história de Minas: um majestoso palácio governamental suspenso dentro de um complexo estatal que reunirá, em mais dois megaedifícios, as 18 secretarias de Estado e outros 33 órgãos da administração. Tudo projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, de 101 anos (confira ao final do texto no site da época um "passeio virtual" pela obra, em que é possível conhecer detalhes da construção).


Estimado originalmente em R$ 500 milhões pelo governador, as obras da Cidade Administrativa de Minas Gerais já estão orçadas em R$ 1,2 bilhão. Daria para fazer quatro hospitais como o Instituto do Câncer de São Paulo (antigo Instituto da Mulher), considerado o maior dessa especialização na América Latina, com 474 leitos. E ainda sobrariam R$ 120 milhões. Além do preço, a Cidade Administrativa impressiona pelo tamanho, pela arquitetura e pela velocidade com que está sendo erguida. A área total do complexo é de 804 mil metros quadrados, o equivale a 97 campos de futebol como o do Maracanã. Quando estiver em pleno funcionamento, no fim de 2010, deverá abrigar 20 mil funcionários e receber, diariamente, cerca de 10 mil visitantes. Se fosse uma cidade real com essa população, seria maior que 82% dos municípios brasileiros.

Assim que tudo estiver pronto, no segundo semestre de 2010, os mineiros poderão pleitear uma citação no livro dos recordes para o palácio do governador. O prédio, segundo o escritório de Niemeyer, terá o maior vão livre em concreto suspenso da história da arquitetura: 147,5 metros de comprimento, o dobro do vão-livre do Masp, em São Paulo.

Apesar da crise, o canteiro de obras está a pleno vapor. Com 4.800 operários trabalhando simultaneamente, a construção atingiu seu pico de atividade em maio. Os engenehiros gostam de repetir que se trata da "maior edificação em andamento em toda a América Latina".

O governo mineiro diz que fará economia com o novo complexo. Hoje, segundo a secretaria de Planejamento, o Estado aluga 59 imóveis em Belo Horizonte para abrigar diversas repartições. Com instalações próprias, estima-se que deixará de pagar R$ 30 milhões por ano com aluguéis. Além disso, serviços poderão ser unificados, como motoboys, refeitórios, motoristas e seguranças.

Quem não está muito convencida da conveniência do projeto é a oposição. "Essa construção é uma prioridade governamental, mas não é uma prioridade da sociedade mineira", diz o deputado estadual Adelmo Leão, do PT. "O palácio de R$ 1,2 bilhão é bom para fazer marketing, só que o governo ainda tem muitos problemas: Minas não cumpre com o piso nacional dos professores, não faz concursos e permanece como um dos únicos Estados que não cumprem com o investimento mínimo obrigatório de 12% das receitas na saúde", afirma.

Leia a íntegra desta reportagem na edição impressa de ÉPOCA
(para assinantes).

segunda-feira, maio 11, 2009

sinal de vida

já faz quase um ano que não atualizo este blog, e infelizmente não posso prometer voltar a fazê-lo. isso não significa que mudei de idéia a respeito do governador, como alguns leitores insinuaram (acredito que por brincadeira). o fato é que, até pela absoluta falta de notícias na grande mídia, o processo de manter o blog exige pesquisa e dedicação, e eu realmente não tenho TEMPO para me comprometer com isso agora!

mas que fique claro que minhas opiniões sobre o dito cujo não mudaram em nada. se tivessem mudado, teria deletado o blog, certo? ele continua aqui, parado mas reafirmando uma convicção. e ainda me traz alegria de até hoje receber mensagens de pessoas que apóiam essa causa. como um comentário deixado em uma postagem bem mais antiga, que acho que vale a reprodução aqui para não ficar perdido lá no meio:

"Fiquei impressionado com esse blog, muito bem elaborado. Nunca encontrei na net tanta coisa reunida sobre o nosso governador mineiro. Isso é uma clara demonstração de que ele não pode calar a todos e vendar os olhos de todos mineiros com sua propaganda falsa e milhonária. Sou professor da rede estadual, e o que os órgãos de imprensa e a propaganda vem propalando por aí trata-se da mais pura mentira. Os professores correm hoje risco de vida em sala de aula, uma tensão constante. Fazer um curso superior para ganhar míseros 850 reais, sem reajuste algum.
GOstaria muito que no bolg constasse duas outras coisas feias do nosso tucaninho mineiro.
1. a Lei 100/2007 - Essa lei efetivou mais de 98 mil servidores sem concurso. Nas salas de aula temos engenheiros, arquitetos, médicos, enfermaeiros "efetivados" porque trbalharam no dia 6 de novembro daquele ano. Enquanto isso habiitados, que formaram para a docência, foram prejudicados.
2. Costumo dizer que Minas Gerais, mudou muito nos anos aecionianos, agora temos um Estado Policial. Digo isso porque, muitas vezes assisti a meras discussões na ruas e em locais públicos, e imediatamene chegam 3 ou quatro viaturas de onde descem pouco mais de 10 policiais, para resolver coisas tão pequenas. O mais interessante é que eles deveriam estar em outros lugares.
Parabéns pelo bolg. Vou imprimir algumas matérias para mostar para os colegas.
Mas está ai: minhas sugestões: a lei de efetivação sem concurso e o que chamo de "estado policial"

Aparecido Cardoso
apcmocmg@hotmail.com"


aparecido, agradeço demais sua mensagem! como eu disse, não tenho condições de ir a fundo nessas suas sugestões, mas deixo a dica para os leitores.

e aproveito a oportunidade para abrir esse espaço. se alguém quiser contribuir com mais informações, sobre esses ou outros temas, deixe um comentário! as postagens estão escassas mas o debate é sempre aberto!

domingo, julho 20, 2008

nota de luto

este blog interrompe sua interrupção para manifestar sua profunda tristeza pelo falecimento do dr. célio de castro, ex-prefeito de bh.


fique com deus, dr. beagá, e obrigada por tudo.
:-(

segunda-feira, junho 30, 2008

seguinte:

estou sem tempo e, confesso, sem o menor ânimo para comentar os últimos desdobramentos da dobradinha "pimentécio" para as próximas eleições municipais em bh. só digo que, mesmo não tendo carro, penso seriamente em mandar fazer um adesivo bem chamativo com os dizeres:

SOU PETISTA,
VOTO JÔ MORAES!

e tenho dito.

domingo, junho 08, 2008

"Existe algo de muito podre em nossa imprensa"

(por Vilmar Berna, escritor e jornalista do Portal do Meio Ambiente)

"Jornalismo é publicar o que alguém não quer que seja publicado; todo o resto é publicidade." – George Orwell

Colegas, todos sabemos que um novo modelo de desenvolvimento e de consumo, mais sustentável e responsável e também mais justo depende fundamentalmente da sociedade saber escolher melhor seus governantes e adotar novos hábitos de consumo. Entretanto, só é possível escolher melhor se a população tiver acesso às informações democráticas e adequadas sobre o comportamento e a gestão dos seus governantes e sobre o real impacto dos produtos que consome.

Se a sociedade só tem acesso às informações positivas sobre seus governantes, e se as informações negativas lhe são negadas, então não pode ser responsabilizada pelas más escolhas que faz ao manter no poder governantes que não deveriam ter sido sequer eleitos.

Quando governantes compram a mídia para que só divulgue o que for positivo e oculte o que for negativo, quando as empresas sonegam informações sobre os reais impactos e sobre as externalidades do que produzem, fazem com que a sociedade prossiga escolhendo eleger os mesmos donos do poder e perseguindo um modelo de produção e consumo que acha o único bom e verdadeiro capaz de gerar progresso e atender às necessidades de todos.

Todos sabem das relações ocultas entre o poder e a imprensa (sempre com as raras exceções, para não sermos injustos), entretanto, também sabemos que é muito difícil comprovar essas relações e mais difícil ainda é conseguir dar divulgação adequada sobre os reais impactos do atual modelo de produção e consumo, numa mídia dependente do poder econômico dos governantes e das empresas para continuar existindo.

O impacto dessas relações ocultas na vida dos profissionais é sufocante, pois sem saber exatamente que tipo de conluio os donos do veículos, seus patrões, estabeleceram com os donos do poder e com os patrocinadores, colocam o emprego em risco todas as vezes em que ousam mostrar o lado negativo de algum poderoso.

Existe algo de muito podre em nossa imprensa eufemisticamente chamada de livre e, pior, parece que ninguém está dando muita bola para isso, no estilo de 'me engana que eu gosto'.

Cito dois exemplos que evidenciam essas relações ocultas. O primeiro é o episódio mostrado pela imprensa estrangeira no vídeo envolvendo o potencial futuro presidente da República Aécio Neves, a TV Globo e os jornais de Minas Gerais.

O segundo exemplo é revelado pela pesquisa do EPCOM (Instituto de Estudos e Pesquisas em Comunicação) que ao cruzar os dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) com a lista de prefeitos, governadores, deputados e senadores de todo o país comprovou que os políticos de direita são os "donos da mídia" nacional.

No total, 271 políticos são sócios, proprietários ou diretores de emissoras de rádio e TV. Este número, porém, corresponde apenas aos políticos que possuem vínculo direto e oficial com os meios de comunicação – não estão contabilizadas as relações informais e indiretas (por meio de parentes e laranjas), que caracterizam boa parte das ligações entre os políticos e os meios de comunicação do país.

(Fonte: site Vi o Mundo)

segunda-feira, junho 02, 2008

Mais sobre Aécio e a mídia

Meu amigo Pirata reproduziu no site do Fausto Wolff o vídeo produzido pelo Daniel Florêncio para a Current TV, que eu postei aqui antes.

No seu texto, que pode ser lido na íntegra clicando-se aqui, o Pirata relembra que não são de hoje as relações mal-explicadas entre aecinho e a mídia... vejam:

"(...)
em 2.000, o presidente da câmara era aecinho.

$inhá mídia, qual hoje, só fechando no vermelho.

à época, todos os barões de $inhá mídia foram à Brasília, e, praticamente de joelhos, imploraram a aecinho a aprovação da lei de nr. 222.

tal lei permitiria a venda de até 30% das ações de seus veículos para grupos estrangeiros – o que daria aos baronato$ midiáticos um 'oxigênio' e tanto.

(* só para exemplificar, a revista veja, aprovada a lei, associou-se, primeiro, a um grupo midiático de oposição ferrenha a Hugo Chávez; pouco depois, ao atual parceiro, um grupo midiático da África do Sul, conhecido, também, por suas campanhas PRÓ-apartheid.
tutti buona gente...
muito importante: o percentual permitido para a venda de ações - repetindo, de 30% - já foi ultrapassado, mas o congresso até hoje finge entender a confusa matemática apresentada pela revista para explicar as negociações...)

voltando a 2.000.

nunca vira, desde então, aecinho trabalhando tanto, mobilizando tanto.
a lei, enfim, foi aprovada – em regime de "urgência urgentíssima".

é preciso, me diz, ser "gênio", ou, sei lá, "espírito de porco", pra ter a certeza de que ninguém se prestaria a um esquema desse se não tivesse algum equivalente interesse?
(...)"

sexta-feira, maio 30, 2008

Diretório Nacional do PT recomenda a BH que volte a discutir aliança

O Diretório Nacional do PT aprovou por ampla maioria nesta sexta-feira (30), em Brasília, resolução recomendando ao Diretório Municipal de Belo Horizonte (MG) que volte a discutir e deliberar sobre a política de alianças no município, de maneira que seja afastada a possibilidade de coligação com PSDB e PPS – nos marcos do que já havia sido decidido pelo próprio DN e pela Executiva Nacional do partido.

A resolução delega "poderes legais e estatutários" à Executiva Nacional para que também volte a discutir e deliberar, caso necessário.

Leia a íntegra:

Resolução do Diretório Nacional do PT sobre alianças em Belo Horizonte

Considerando o conteúdo político das resoluções sobre política de alianças nas eleições de 2008, aprovadas pelo Diretório Nacional do PT em suas reuniões de 9 de fevereiro de 2008 e 24 de março de 2008;

Considerando as resoluções aprovadas pela Comissão Executiva Nacional do PT nas reuniões realizadas em 24 de abril de 2008, 28 de abril de 2008 e 26 de maio de 2008, acerca das solicitações de alianças com partidos de fora da base de apoio do governo federal;

Considerando a retirada do recurso interposto à decisão da CEN que diz respeito à aliança com o PSDB em Belo Horizonte;

O Diretório Nacional do PT resolve:

1. Recomendar que O Diretório Municipal do PT de Belo Horizonte volte a discutir e deliberar sobre a política de alianças aprovada, afastando a possibilidade de coligação com PSDB e PPS.

2. Delegar expressamente à CEN, com os poderes legais e estatutários cabíveis, voltar a discutir e deliberar sobre as alianças em Belo Horizonte, caso necessário, dentro das diretrizes firmadas nas resoluções do Diretório Nacional de 9 de fevereiro de 2008 e 24 de março de 2008.

Diretório Nacional do PT
30 de maio de 2008

fonte: http://www.pt.org.br

quarta-feira, maio 28, 2008

Documentário sobre a censura em Minas produzido no Reino Unido



O filme fala sobre as relações entre Aécio Neves, a TV Globo e o Estado de Minas. Foi produzido para a Current TV pelo brasileiro Daniel Florêncio, e exibido nos EUA e Inglaterra. Assista e divulgue!