quinta-feira, setembro 20, 2007

Uma grata e inesperada surpresa

"isso de querer
ser exatamente aquilo
que a gente é
ainda vai
nos levar além"
(Leminski)


Esse verso sempre me acompanhou. Desde a primeira vez que li, copiei e carreguei comigo pra todo canto, é o "about me" do meu orkut. Eu o vejo como um alerta, aquela força que nos faz seguir em frente quando bate o desânimo e a vontade de desistir e conformar em apenas seguir a correnteza, que é bem mais fácil. Mas eu quero ir além de onde a correnteza me leva, eu quero me cansar de dar braçadas na direção que eu escolher e ir lá descobrir o que raios tem atrás daquela pedra. O verso incentiva, não porque represente uma crença otimista, mas porque me faz lembrar das vezes em que pude constatar sua verdade. Porque às vezes, o verso está me dizendo "ó só, não disse?" Sábio Leminski.

Hoje foi um desses dias em que tive uma boa surpresa decorrente apenas de fazer o que eu faço, de ser quem eu sou. Ok, deixo os devaneios e explico... depois de ter postado o texto do Luiz Carlos Azenha aí embaixo, voltei ao site dele e procurei por desdobramentos do assunto. Achei este post, de 12 de setembro, em que o jornalista divulga o vídeo "Liberdade, essa palavra", de Marcelo Baêta, inconformado com a ausência de divulgação de tão graves denúncias na grande mídia. O vídeo de Baêta foi reproduzido neste blog há mais de um ano, no auge da campanha, e teve até uma considerável repercussão (off-mass media, of course) entre os blogueiros mais engajados.

Não pude me conter, escrevi um e-mail para ele. Não sabia se agradecia ou cumprimentava, mas estava esfusiante de ver que finalmente o que nossas poucas e abafadas vozes tanto se esforçavam pra alardear estava começando a encontrar um espacinho que fosse em um site mantido por um jornalista conhecido, conceituado e respeitado em nível nacional. Era uma luz no fim do túnel. Eu queria contar pra ele que por mais absurdo e indignante que seja aquele vídeo - e é - ele ainda é café pequeno perto dos tantos absurdos que (não) vimos aqui em Minas, que colecionamos neste blog ao longo dos últimos meses, muitas vezes fazendo um trabalho quase de detetive pra conseguir alguma validação. Queria apenas que ele viesse ao blog, tomasse conhecimento dessas tantas outras denúncias e, quem sabe, achasse que uma ou outra pudesse merecer uma atenção especial de sua parte e acabasse alcançando também horizontes mais amplos.

Confesso que já me senti toda importante ao receber uma resposta dele, de saber que ele havia lido minha mensagem! Mas quase caí da cadeira quando descobri que ele reproduziu o meu e-mail em seu site, e até pôs chamada na capa! Como eu escrevi a ele, não pretendia nem esperava essa publicidade. Não pra mim ou para o blog, pretendia sim para as sujeiras do governador. Desta vez, a paisagem atrás da pedra foi bem mais compensadora que eu esperava, mesmo após meses e meses de braçadas incansáveis!

Azenha: mais uma vez, não sei como agradecer. Passa pouco das 22h e este blog ultrapassou em muito o último recorde de visitas em um único dia, que tinha sido ainda antes das eleições. Eu sei que ainda é pouco, muito pouco, perto da visibilidade que seria necessária para que o governador surfistinha começasse a ter sua santidade questionada pelo grande público dos meios de comunicação de massa. Mas é muito, muitíssimo relevante para uma iniciativa que começou apenas com a pretensão de atingir aos amigos mais próximos.

Além disso, mais uma vez confirmei minha crença de que cada pessoa tem o potencial de fazer alguma diferença neste mundo sim, de que se cada um fizer o que estiver ao seu alcance, as chances de uma mudança existem e não devem ser dadas como perdidas. Somente enquanto eu continuar fazendo a minha parte posso manter viva a esperança de que cada vez mais pessoas façam as suas também. E esperança renovada sempre vale a pena! :)

(Em tempo, aproveito a deixa e convido quem se interessar a ler um texto que escrevi para meu outro blog, o votolula, sobre justiça, democracia, informação e outros valores... Acho que ele meio que complementa o que vem sendo dito por aqui...)

4 comentários:

Phyntias da Silva disse...

Clarice:

Apesar de mineiro e ligado às coisas das Geraes, só agora descobri seu site com a nota do Azenha. Depois, o incluí nos meus favoritos e estarei sempre aqui pois bem sei da sua luta e da validade dela para quem sofre com as elites que nos vêm desde Vila Rica e fazem uso indevido da verdadeira natureza dos filhos diletos das montanhas de Minas. A propósito, você sabe onde hoje está o nosso festivo "governador"? possivelmente badalando em Ipanema ou curtindo a Rive Gauche...E Minas que se dane...

Anônimo disse...

Parabéns Pelo Blogger!
ADICIONEI EM FAVORITOS!
Ronaldo Santiago

Marcelo disse...

Prezada,
eu também conheci seu blog pelo Azenha. Meus parabéns.

Marcelo

Clarice disse...

Mais uma vez, muito obrigada a todos! Sejam sempre bem-vindos! :)