quarta-feira, setembro 26, 2007

Aécio diz que todo homem público tem de se explicar

Mais uma pérola, do Estado de Minas de hoje:

O governador Aécio Neves (PSDB) comentou nessa terça-feira os resultados da investigação envolvendo um suposto esquema de caixa 2 na campanha de 1998, do atual senador Eduardo Azeredo (PSDB) ao Palácio da Liberdade. "Acho que cada um tem que responder às denúncias. Minas Gerais conhece muito bem o senador e ex-governador Eduardo Azeredo, que é um homem de bem. Ele tem apresentado as suas justificativas e caberá ao procurador (geral da República, Antonio Fernando), em primeira instância, analisá-las e, obviamente, na seqüência, ao Supremo Tribunal Federal (STF)".

Segundo o governador, os homens públicos devem dar explicações à sociedade sobre os atos pelos quais são questionados. "Os homens públicos, devem todos eles, em qualquer momento, estar absolutamente prontos para dar explicações à sociedade. É o que espero que ocorra. Até porque, na minha avaliação, há uma diferença muito grande entre aquilo que ocorreu no plano federal com os problemas que ocorreram na campanha do então candidato Eduardo Azeredo", afirmou. O governador assinalou que Azeredo terá tempo de apresentar os seus argumentos, demonstrando "que não há paralelo entre uma questão e outra".

Quando indagado sobre a posição do PSDB diante da provável denúncia ao STF, Aécio disse que "no momento oportuno", o PSDB se manifestará. "O partido tem enorme confiança na trajetória política do governador e senador Eduardo Azeredo. Acho que Minas o conhece bem. Repito: é um homem de bem e ele deve ter a oportunidade, eu chamaria assim, isonômica em relação às acusações que surgem em relação àquela campanha, também para se defender", declarou. De acordo com Aécio, o PSDB estará ao lado de Azeredo para ouvir suas justificativas. "Eu acho que, na vida pública, devemos estar sempre muito abertos e dispostos a dar explicações e é certamente o que o senador Eduardo Azeredo fará no momento em que for necessário", afirmou.


Não bastasse a desfaçatez do governador e do jornal em ignorar solenemente que ele, Aécio, também está na lista, também está sob suspeita e também deveria "estar aberto e disposto a dar explicações", o Estado de Minas ainda pôs a cerejinha no alto do bolo na chamada de sua versão on-line:


Caso Mares Guia?
CASO MARES GUIA???
!!!

6 comentários:

Marcelo disse...

Prezada,
felizmente a notícia também saiu no jornal o Valor, e na matéria é lembrado que o governador está na lista.

Marcelo

Amanda Medeiros disse...

Parabéns pelo blog.
Isso sim é cobertura. Isso sim é jornalismo.

Marina Victor disse...

Como é que o Estado de Minas tem coragem de colocar uma noticia dessa no ar. Eu quero ver é o Aecio se explicar, junto com o Azeredo e o Mares Guia Tb.
Posso estar ficando maluca mas o Aecio não é um homem publico?? Pq ele não se explica com relação a varias coisas....

Marcelo Figueiredo disse...

Eu dou 10 voltas pelado no mineirão se o Aécio não usou o esquemão do Válério pra sua campanha de governador de 2002.

A "imprensa" mineira sabe, mas nunca vai se aprofundar, afinal de contas ela é uma das beneficiárias do tal esquema.

Também a COPASA e CEMIG patrocinam todos os jornais locais.

Franco disse...

O que acontece em Minas Gerais seria cômico se não fosse trágico.

Ricaldo disse...

Caso Mares Guia eh pra entrar na antologia do bom jornalismo praticado pelo Estado de Minas, junto com aquela manchete dizendo que o corpo do dr. Ulisses tinha sido encontrado...
Vai ser chapa-branca assim na casa do...